Veja dicas para fazer fichas-resumo e melhorar o estudo


Para facilitar o trabalho de selecionar o que irá para a ficha-resumo, sublinhe o que considerar mais importante no momento da leitura da teoria. A ficha é apenas um lembrete das informações relevantes – você já precisa ter compreendido e assimilado o conteúdo para poder utilizá-las.

1 - Quem pode fazer concurso público? TEORIA Brasileiros e portugueses amparados pelo estatuto de igualdade e com direitos políticos; A idade mínima é de 18 anos até a idade para a aposentadoria compulsória; Obs.: Alguns cargos da área policial restringem o limite máximo de idade Quites com obrigações eleitorais; Quites com serviço militar (candidatos do sexo masculino); Gozo dos direitos políticos Aptidão física e mental para o exercício do cargo Escolaridade exigida no edital. Atenção: Todos os requisitos só deverão ser comprovados no momento da posse (o que significa que é possível fazer a prova com menos idade ou sem ter a escolaridade completa, desde que já tenha atingido a idade ou concluído a escolaridade quando convocado). FICHA-RESUMO Brasileiros e portugueses (estatuto de igualdade e direitos políticos) 18 anos -> aposentadoria compulsória Obs.: área policial pode ter limite máximo Obrigações eleitorais, militares e políticas ok Aptidão física e mental Escolaridade = edital Requisitos comprovados na posse …………………………………………………………………………………………………………………………………… 2 - Como escolher o concurso?

TEORIA Em primeiro lugar, é importante verificar se você tem afinidade com as atividades que serão exercidas quando assumir o cargo, porque aquele será o seu trabalho de todo o dia. Claro que a remuneração é um fator importante e não adianta fazer concurso que ofereça um salário que não seja compatível com a sua realidade. Localização das vagas: reflita se está disposto a sair da cidade onde mora ou até do estado. Essa é uma decisão que interfere no tipo de concurso que poderá prestar. Quando o edital for publicado, verifique para onde são as vagas oferecidas para ter certeza de que atendem ao seu interesse e possibilidade. FICHA-RESUMO - atividades - remuneração - localização das vagas (na escolha do tipo de concurso e quando sair o edital) …………………………………………………………………………………………………………………………………… 3 - Como estudar?

TEORIA O primeiro passo é a leitura da teoria. Logo após a leitura de um assunto, resolva exercícios sobre aquele ponte, com consulta à teoria: isso aprofunda a leitura, ajuda a sanar dúvidas e já inicia o processo de fixação do conteúdo, de uma forma natural.

Durante esse processo, vá sublinhando (de preferência a lápis), o que considerar mais importante. Essa será a base para a preparação do material para futuras revisões. Em seguida, comece a elaborar fichas-resumo. Não se preocupe em esgotar o assunto logo no início. Esse material será continuamente revisitado e melhorado, conforme o conhecimento for se tornando mais sólido e claro. De tempos em tempos, retorne às fichas-resumo para relembrar o que já foi estudado. Quando concluir o estudo de uma matéria, revise tudo desde o início. Nesse momento, comece a resolver provas de concursos que já aconteceram, para verificar como a teoria é cobrada nas questões. Observe se precisa incluir novos tópicos, aprofundar outros ou apenas reforçar alguns. Estude as questões que errou a partir das fichas e aprimore-as sempre que necessário, incluindo informações ou eliminando o que estiver redundante. Periodicamente, revise toda a matéria a partir das fichas. Esse ciclo agora é ininterrupto, até a aprovação. FICHA-RESUMO - Teoria + exercícios didáticos (com consulta) - Sublinhar -> Preparar fichas-resumo - Fazer revisões parciais - Quando concluir a matéria: revisão total - Resolver provas anteriores - Consultar erros nas fichas -> melhorá-las - Resolver provas anteriores - Consultar erros nas fichas -> melhorá-las - Periodicamente: revisar tudo - Ciclo até a aprovação ………………………………………………………………………………………………………………………………… 4 - Como fazer um planejamento de estudo?

TEORIA Comece preparando um calendário do mês. É importante anotar os dias da semana e do mês, para que você possa identificar os dias de fim de semana e verificar se há feriados. Em seguida, marque as atividades fixas (trabalho, aulas, etc) e depois, os compromissos eventuais daquele mês específico. Agora, defina 3 momentos na semana, de aproximadamente 1 hora, para a prática de atividade física. Isso é essencial para o rendimento do estudo e redução do estresse. Pode ser uma caminhada de 40 minutos, mais o tempo de chegar à casa e tomar um banho.

Reserve um dia para o lazer (ou o período a partir do almoço - tarde/noite de um dia). Observando o quadro, fica visível quais são as suas reais possibilidades de estudo. Se for muito pouco tempo, veja se é possível remanejar alguma tarefa, ou eliminá-la até a aprovação para que sobre mais tempo. Assinale os períodos de estudo. Distribua as matérias a serem estudadas nos períodos, considerando os seguintes aspectos: Verifique quantas matérias serão estudadas. Na fase inicial, é melhor começar com as básicas, até porque ajudam a compreender outras disciplinas: - estude todo o grupo alternadamente e não uma de cada vez até concluir; - Alterne o estudo de matérias de leitura com matérias de exatas; - reserve mais tempo para as mais longas ou mais difíceis; - distribua todas pelos períodos de estudo da semana ou, se não couber, da quinzena; - cada período de estudo deve ter de uma hora e meia a 3 horas (com intervalo de 15 minutos) para a mesma matéria. FICHA-RESUMO - Calendário do mês - Marcar atividades fixas e compromissos eventuais - Marcar atividade física (caminhar 40 minutos 3x/ semana) - 1 dia livre - Marcar os períodos de estudo - Distribuir as matérias (na semana ou quinzena): . ver quantas são (começar pelas básicas) . estudar todas alternadamente . alternar exatas com leitura . mais tempo para as maiores ou difíceis . usar períodos de 1,5h a 3 (intervalo de 15 min) por matéria …………………………………………………………………………………………………………………………………… 5 - Como manter a qualidade do estudo?

TEORIA Equilíbrio é a chave para manter a concentração e a continuidade dos estudos até a conquista da aprovação, que pode levar muitos meses ou alguns anos. Nesse sentido, preservar a saúde é fundamental para que o cérebro possa ter o melhor desempenho e o emocional também tenha condições de resistir às variadas pressões. Curiosamente, há diversos aspectos da saúde que interferem diretamente na qualidade do aprendizado e devem ser especialmente cuidados: - Sono: é preciso dormir de 6 a horas para que o cérebro possa efetivamente memorizar o que foi estudado; - Água: a ingestão de 2 litros de água diariamente facilita o trabalho do cérebro e o trânsito de informações pelos neurônios; - Alimentação: é importante consumir nutrientes para que o cérebro tenha os elementos necessários para manter sua atividade de forma excelente; a regularidade da alimentação também deve ser observada, para que o cérebro não reduza a intensidade da atividade – a cada 3 horas é o ideal; - Atividade física: aeróbica, produz neurotransmissores e baixa os níveis de estresse; pode ser uma caminhada de 40 minutos, três vezes na semana; - Intervalos no estudo: pausas de 15 minutos a cada hora e meia ou 2 de estudo ajudam a recuperar a concentração; intervalos maiores entre turnos (manhã/tarde e tarde/noite) permitem que o candidato estude por mais tempo e com qualidade. - Lazer: um dia para relaxar recarrega as baterias para a semana seguinte, e mantém condições para seguir no projeto até a aprovação. FICHA-RESUMO - Saúde = equilíbrio = qualidade = continuidade - Sono: 6 a 8 h - Água: 2 l/dia - Atividade física: 3x/ semana - Alimentação: a cada 3 h e de qualidade - Intervalos no estudo: 15 min a cada hora e meia ou 2 - Lazer: 1 dia/semana Termino a coluna desejando que você tenha um 2016 maravilhoso, com muita alegria e paz.

Autor: Lia Salgado

Fonte: G1


Sistema de Ensino Planeja Concursos - CNPJ 31.442.657/0001-32

atendimento@planejaconcursos.com

© 2014 - 2020 Planeja Concursos