Cansaço x Motivação: fazer o quê?

Durante nossos atendimentos, outro assunto que tem sido trazido, por boa parte de nossos concurseiros, é a falta de motivação e cansaço e, por isso, hoje vamos conversar um pouco mais sobre esses temas.


Vamos analisar friamente a questão: não é fácil para ninguém ter várias jornadas de trabalho em um único dia.


Quando digo várias jornadas, eu incluo trabalho — de qualquer espécie, formal e informal (ainda assim têm pessoas que parecem gostar de competir quem trabalha mais, enfim, deixo esse papo para outra oportunidade), dentro e fora de casa (nessa época de quarentena, então, o trabalho doméstico aumentou drasticamente e nem vou citar as crianças), desempenhar vários papéis (pais, filhos, funcionários, líderes, cônjuges) e ainda ter disposição para sentar e estudar. Ufa! Haja fôlego.


Mas essas mesmas pessoas aí de cima, decidem por um futuro melhor, pela realização de sonhos e optam por estudar, por fazer concurso público. E elas têm todo o meu respeito!


Mas, vamos lá: e a motivação e o cansaço ficam onde? O cansaço, depois desse discurso todo, não fica difícil de descobrir… (risos). O cansaço ele pode aparecer de duas formas: físico e mental. Já parou para perceber qual é o seu tipo? Então, às vezes, não é tão simples perceber, pois fica tudo junto e misturado; percebemos mais os sintomas: falta de concentração, dor no corpo, dores musculares onde você nem sabia que tinha músculo, irritabilidade, sono zero, problemas no estômago, imunidade baixa, enfim, uma série de complicações. Ah, sim, e uma vontade danada de sumir. Acertei, né? Pois bem, para todos e, principalmente, para os concurseiros, o cansaço é um grande vilão. Ele leva, dentre outros, a uma diminuição no desempenho cognitivo, ligado a falha na memória e dificuldade de concentração. Para o estudante é um problema e tanto!


Para minimizar essas questões, a saída é criar uma grade na qual você estabeleça um lugar para cada coisa que faz parte da sua vida, e o exercício físico é um grande aliado. Em um primeiro momento, isso pode parecer um convite à morte súbita, mas não é. O exercício físico libera hormônios que levam à sensação de bem - estar, dá mais disposição e oxigena nosso cérebro, deixando-o preparado para receber mais e novas informações.


Aí, começa a brincadeira: não tenho tempo. “Aff”, mas é importante para você e sua saúde. Não precisa fazer todos os dias. Nem 30 minutos três vezes por semana? O concurso público é um projeto, precisa de dedicação e empenho. Vamos lá, tente! O mais difícil é começar.


Outro ponto importante de ser tratado é o sono. Consegue dormir bem? Pelo menos de seis a sete horas direto? Oito horas nem me atrevo em perguntar… A cabeça cheia, pode impedir um descanso real, então, pensando nisso, avalie a possibilidade de seguir algumas dicas:

  • Não leve o celular para cama, nem com a desculpa de que é para distrair a cabeça.

  • Evite café perto da hora de deitar e tome um banho relaxante. Permita-se este momento e não pense nas coisas difíceis que podem ter acontecido ou nos problemas que naquele momento você não conseguirá resolver. Muito menos de conversar consigo mesmo como se tivesse tirando satisfação com outra pessoa… Concentre-se só no banho, você consegue!

  • Por fim, e não menos importante, medite. Já tentou fazer meditação? Antes de dormir é uma boa. Na internet tem um monte delas guiadas e gratuitas que podem ajudá-lo de verdade. É uma pausa nos pensamentos. É resetar os miolos. Loucura! Loucura! Loucura!

  • Para finalizar meus pedidos, alimente-se melhor, de forma equilibrada, evite buscar desculpas esfarrapadas para comer um sanduíche e tomar refrigerante. Invista em você. Garanta seu brigadeiro até ficar velhinho, beba bastante água e veja as taxas vitamínicas.

Com isso tudo ok, você está pronto para arrebentar no concurso!

Agora, se você não se deu conta, a motivação permeia tudo isso, é ela que lhe dá um motivo para a ação. Você precisa focar no seu objetivo. É concurso? Então, “bora” lá: coloque metas diárias, precisamos de pequenas conquistas todos os dias para continuar. Lembra da grade da sua vida? Aquela na qual você organiza todos os seus horários e atividades do dia? Então, dedique-se a finalizar tudo aquilo que você se propõe.

Crie uma imagem mental do seu sucesso e faça com que essa imagem esteja sempre em seus pensamentos. Imagine-se no cargo que deseja, o seu primeiro dia de trabalho. Essas coisas moverão você, serão o seu motivo para a ação de estudar!

Outra coisa: não escute pessimistas, eles estão por aí, aos montes e disfarçados também. Não permita que nenhum deles deixe você desfazer sua imagem mental. O sonho é seu e o esforço também. O pique está contigo. Só depende de você.

Uma dica boa para seus estudos e mantendo essa linha de imagem mental é associar os temas que está estudando com coisas engraçadas, positivas. O humor ajuda na memória.

Você já parou para pensar em como você aprende melhor? Se lendo, assistindo a vídeoaulas, escrevendo? Um pouco de cada? O método de estudo é vital para ajudar a manter o gás e a disciplina. O método precisa surtir resultado, você precisa perceber que está entendendo, que está avançando nos conteúdos, senão, não vai adiantar. Vai ser um processo mecânico e não cognitivo. Por isso, não se programe por quantidade de páginas e, sim, por assuntos aprendidos e apreendidos.

Grave sua própria aula, faça resumos, explique para você mesmo em voz alta, faça desenhos, estude em grupo – uma dessas técnicas ou algumas delas podem funcionar com você. Experimente!

Outro ponto a ser considerado: estude entre duas ou três matérias por dia e de forma intercalada. Assim, você evita o cansaço e não perde o foco. Alternar leitura com as questões de prova também ajuda a arejar a cabeça.

Ah, sim! Isole o celular.

Por isso, falo tanto nos atendimentos da importância do planejamento do dia, porque seus estudos precisam fazer parte do todo que é sua vida. Cada necessidade precisa ter seu lugar. O equilíbrio precisa existir e, assim, com organização e disciplina você se acalma e atinge sua meta.


Lembre-se, o estudo necessita de concentração, disciplina e persistência!


“Tô” com vocês. Até a próxima!

--

FONTE: https://www.qconcursos.com/artigos/cansaco-motivacao


Sistema de Ensino Planeja Concursos - CNPJ 31.442.657/0001-32

atendimento@planejaconcursos.com

© 2014 - 2020 Planeja Concursos