Ciclo de Estudos para Concursos: tudo o que você precisa saber agora

Distribuir as matérias e organizar o tempo diário de estudo para um concurso não é nada fácil. Principalmente quando quem deve fazer essa distribuição é um concurseiro iniciante, que está participando pela primeira vez de um concurso público.

São poucas semanas entre o lançamento do edital e a prova, mas o conteúdo para estudar geralmente é muito extenso. E desse jeito, muitos se desesperam sobre como podem organizar seu tempo diário para estudar todos os assuntos. Ou pelo menos o máximo possível deles.

Felizmente, existe um método perfeito para resolver este problema, o Ciclo de Estudos. E nas próximas linhas deste conteúdo, você vai aprender tudo sobre o que é esse método, como funciona e suas vantagens.

Entenda o conceito e a função do Ciclo de Estudos

O Ciclo de Estudos pode ser entendido tanto como uma ferramenta quanto um método. Ele foi desenvolvido para ser um meio de organização e distribuição de conteúdos a serem estudados.

Nele, o estudo e distribuição das matérias a serem estudadas é feito de uma forma cíclica. Ou seja, estudantes que adotam esse método ou ferramenta em seus estudos criam uma distribuição unificada e sequencial dos seus estudos.

Em outras palavras, o concursando monta uma sequência das matérias que tem para estudar. E então passa a estudar elas em um looping, até o tempo de preparação para o concurso acabar.

O objetivo principal do Ciclo de Estudos é permitir que o concursando consiga organizar seus estudos de forma equilibrada. Sem deixar que o estudo de uma matéria seja negligenciado.

Mantendo assim um controle sobre o quanto se estuda de cada um dos assuntos do edital até o dia de fazer a prova.

Junto com outras técnicas de estudos, o estudo em ciclos é apontado por professores e aprovados em concursos como um recurso poderoso. E que é capaz de fazer toda diferença no desempenho e resultado do concursando no seu certame.

Como um ciclo de estudos é composto

A formação ou montagem de um Ciclo de Estudos é muito simples de se entender.

O concurseiro levanta a quantidade de matérias que precisa estudar para o concurso, o que é fácil pois basta conferir o edital.

Em seguida, ele deve criar uma ordem para as matérias que ele tem que estudar. E então, ele vai realizar o estudo por um tempo determinado de cada uma das matérias em sequência.

Quando todas as matérias da ordem sequencial que criou forem estudadas, o concursando simplesmente deve voltar a primeira matéria. Ou seja, ele deve fazer o estudo do looping de matérias desde o começo.

Cada vez que ele completa o estudo de uma sequência de matérias, ele realizou um ciclo.

Esse ciclo deve ser mantido pelo concurseiro até as vésperas da sua prova. Claro, é importante que além do estudo em ciclos o concurseiro reserve tempo para fazer revisões de seus estudos e resolver simulados.

Em relação ao tempo de estudo por matéria o concursando pode dividir igualmente suas horas de estudo. Por exemplo, se ele sabe que tem em média 5 horas para estudar por dia, pode dedicar 1 hora para cada matéria. Assim, ao fim do dia ele terá estudado 5 matérias.

Porém, ele não precisa ficar preso a um horário fixo de estudo por matéria.

Ciclos de Estudos precisam de flexibilidade para funcionarem

Muitos concursandos acreditam que o estudo em ciclos é praticamente a mesma coisa que um cronograma de estudos tradicional.

Os Ciclos de Estudos até tem uma certa similaridade com um cronograma tradicional, mas eles possuem suas diferenças. A principal delas é que o estudo por matéria é feito em looping, já no cronograma é feito com uma distribuição por dia da semana por exemplo.

Outra diferença é que os ciclos de estudos permitem e até necessitam de uma flexibilidade para que o método funcione bem.

Contanto que o loop de estudo das matérias seja mantido, o estudante pode modificar seu ciclo.

Por exemplo, ele pode aumentar ou encurtar o tempo de estudo de uma matéria num dia caso sinta necessidade. Também pode substituir uma matéria que teria que estudar hoje do seu ciclo de estudos por uma prevista para amanhã.

Agora, o estudo cíclico deve ser obrigatoriamente mantido. O concursando não deve estudar novamente uma matéria até completar o ciclo que planejou no começo da sua preparação.

Vantagens de montar um Ciclo de Estudos

O uso prático dos ciclos de estudos na preparação para concursos públicos tem uma série de vantagens para concursandos. Cada uma delas tem seus pontos positivos próprios, e ajudam o estudante a facilitar seu caminho até a aprovação no certame.

Abaixo, reunimos sete dessas vantagens para que você entenda melhor a importância e os benefícios.

  1. Equilibra o estudo: o ciclo de estudos ajuda o estudante a equilibrar a quantidade de tempo dedicada ao estudo de cada matéria;

  2. Bloqueia a curva de esquecimento: o contato constante com todas as disciplinas estudadas facilita a memorização e evita que a curva de esquecimento leve o estudante a esquecer assuntos estudados;

  3. Permite adaptabilidade: o ciclo de estudos pode ser flexibilizado, o que permite que se adapte perfeitamente a necessidades fixas e pontuais do estudante;

  4. Fixa o hábito de estudar: quanto mais ciclos forem feitos pelo concursando, mais rapidamente o estudo se tornará um hábito diário, o que vai facilitar seu aprendizado e melhorar suas chances no concurso;

  5. Recompensas e estímulos psicológicos: na medida que o estudante consolida o hábito de estudar em ciclos, ele passa a notar recompensas psicológicas e estimulantes como por exemplo os resultados no seu aprendizado e memorização;

  6. Integralidade: outra vantagem dos ciclos de estudos é que eles garantem o estudo de todas as matérias e disciplinas;

  7. Variação de estímulos: o estudo em ciclos promove uma variação de estímulos ao cérebro do estudante. Essa variação acontece pelo fato do concursando não ficar muito tempo preso ao estudo de apenas uma matéria.

Agora, você sabe o que são os ciclos de estudos, como são compostos e algumas de suas vantagens.

--

FONTE: https://www.diariooficialdf.com.br/ciclo-de-estudos-para-concursos-tudo-o-que-voce-precisa-saber-agora/

Sistema de Ensino Planeja Concursos - CNPJ 31.442.657/0001-32

atendimento@planejaconcursos.com

© 2014 - 2020 Planeja Concursos