Disciplina para Concursos – Encarando os estudos como uma profissão


A aprovação em concursos públicos pode vir por diversos caminhos: cada um tem sua história, suas preferências de métodos de estudo, seu tempo de dedicação – enfim, são muitos os fatores que te levarão ao sucesso. Embora haja muitos fatores, há aqueles que sempre ouvimos falar: a persistência, foco e disciplina.

Hoje vamos falar sobre a Disciplina para Concursos e como ela pode te ajudar a encarar esse momento da vida de maneira profissional. Pontuarei aqui diversos itens relacionados à Disciplina e, nos próximos artigos, aprofundaremos e tornaremos ainda mais prático. Vamos lá!




O que é disciplina?

Em poucas palavras, uma pessoa disciplinada é aquela que cumpre com suas determinações; é aquela que se mantém fazendo o que é necessário para atingir seus objetivos.

A Disciplina está intimamente ligada com a Persistência e o Foco, que formam um sólido tripé para aprovação em concursos públicos.

Por que é importante nos concursos?


Dentre os três elementos do tripé, a Disciplina é que vai te tornar um profissional! Ela é o elemento que vai te ajudar a enxergar e seguir pontos fundamentais que todo profissional/trabalhador possui em sua atividade, mas que nem sempre são fáceis de identificar e seguir na vida de candidato concurseiro.


Assim como em qualquer profissão, emprego ou atividade profissional tenha claro:


Horário de início e de término:


Literalmente é assim que você começa a ter Disciplina para Concursos!


Então planeje o horário de início e de término das atividades. Além de facilitar ao seu corpo a se habituar com a rotina, irá contribuir na organização da agenda.


Com estes horários determinados, você não deverá abrir exceções (salvo emergências óbvias). Se precisar agendar um médico, que seja antes do horário de início ou depois do horário de término dos estudos. Precisa ir ao mercado, que seja fora dos horários padronizados da sua agenda.


Ter esses limites claros vai te ajudar a conciliar as outras demandas normais da vida e mitigar um problema comum para muitos concurseiros, que é fazer a família e pessoas ao nosso redor entenderem que não é porque estamos em casa que estamos “à disposição”. Cada um possui um arranjo familiar com demandas próprias e contribuir é importante; igualmente importante é contribuir dentro das possibilidades.


Pausas:


Aqui você deve contemplar pausas inadiáveis: café, banheiro, levar o cachorro ao banheiro…


É fundamental ter pequenos descansos nas sessões de estudo e você precisa achar qual a sua frequência ideal. Geralmente as pausas serão de 10 minutos após 50 minutos estudando ou pausas mais longas, de 20 minutos, após 1h40min de estudos.


Experimente também a técnica Pomodoro: 25 minutos produzindo e 5 minutos de pausa.


Lembre-se que com a Disciplina estamos buscando tratar os estudos para concursos como uma profissão: como servidor você terá pequenas pausas, concorda? Mas não poderá fazer pausas muito longas e nem em qualquer horário, concorda também?


Tempo investido em cada atividade:


A grosso modo, o seu estudo se dividirá em Teoria, Questões e Revisões***.


Cada uma dessas atividades deve ocorrer para as diferentes matérias e assuntos do seu edital. De nada adianta ficar apenas lendo a teoria: ao fazer as questões (que é o que conta na prova), você perceberá que não fixou o conteúdo adequadamente. Por outro lado, de nada adianta ir direto para as questões se você não tem uma base teórica mínima.


Enfim: planeje o uso do tempo e seja disciplinado aqui também – equilíbrio será fundamental.


*** Foge ao objetivo desse artigo falarmos sobre Técnicas e Ciclos de Estudos, mas saiba que é plenamente possível fazer revisões por questões.


Metas:


Um técnico judiciário tem sua meta de processos. Um auditor fiscal tem sua meta de arrecadação. Um analista de sistemas tem sua meta de estabilidade de sistema. Por que sua atividade profissional de estudar deveria ser diferente?


As metas mais elementares e necessárias geralmente são:

i)Horas líquidas de estudos; e

ii)Performance na resolução de questões.


Aspecto social do trabalho:


Algumas pessoas são mais sociáveis e precisam de mais contatos ao longo do seu dia de trabalho. Outras são mais introvertidas e reservadas, preferindo trabalharem sozinhas. Independentemente do seu perfil, consiga se identificar e respeitar!


Se você é mais sociável e precisa manter os contatos mesmo nesse período de estudos, estabeleça os horários diários para redes sociais. No caso de fóruns, redes sociais e “perfis de concurso”, não se engane: eles não devem ser contados como tempo de estudo, mas sim como tempo de relaxamento ou de contato social.


Ambiente de trabalho:


Nos escritórios, tribunais, repartições públicas e mais diversos ambientes de trabalho há preocupações comuns como: ergonomia, iluminação, nível de ruído, organização…


Não é o objetivo explorar os detalhes desses itens agora, mas de antemão perceba: esses são tópicos estudados pelos Administradores, Psicólogos e Engenheiros de Produção por terem grande impacto na produtividade e qualidade de vida dos trabalhadores.


Assim, não negligencie a importância de um ambiente de trabalho adequado para obter a melhor performance! Se tiver condições, invista em mesa, cadeira e iluminação de qualidade. Se não puder investir nisso agora, faça os melhores ajustes que puder quanto à redução de barulhos indesejáveis, eliminação de interrupções por telefone e postura adequada ao usar a cadeira.


Em um próximo artigo abordaremos detalhes sobre o ambiente de trabalho para maximizar sua produtividade.


Como ter disciplina?


A pergunta é “como ter disciplina” – mas a resposta está mais relacionada a “por que ter disciplina”.


É importante que a força positiva que te motiva a ser disciplinado seja maior que o incômodo ou dor que essa mesma disciplina gera.


Não se engane: ser disciplinado, para a maioria das pessoas, não vem naturalmente. A Disciplina para Concursos irá requerer abdicação de outras atividades mais prazerosas no curto prazo e se você não tiver um propósito relevante, a batalha será muito mais difícil! Exemplos de propósitos motivadores que podem contribuir fortemente para manter a disciplina e criar novos hábitos incluem:

  • Dar uma condição financeira razoável para sua família

  • Exercer um cargo que, para você, é relevante

  • Viver novas experiências em outra cidade

  • Se provar capaz

Veja que os exemplos passam todos por desejos internos, próprios – não são pressões externas ou cobranças de terceiros. É claro que tais pressões existem e às vezes são muito duras, mas não são estas que te farão iniciar os estudos no horário, cumprir metas e se manter aderente ao plano.


Ferramentas que podem te ajudar

  • Plano de estudos: Aqui você vai formalizar todo o conteúdo que precisa ser estudado para o seu concurso. Vai registrar também sua evolução nas questões e revisões. Não se trata de mero registro, mas sim de ferramenta para controle de atingimento das metas previamente estabelecidas.

  • Agenda: Fundamental para profissionalizar seu estudo! A que horas irá começar e terminar a cada dia? Qual será a flexibilidade? Qual horário para cuidar da saúde? Quanto tempo terá para lazer?

  • Lembretes do “propósito motivador”: Essa é uma ferramenta simples e poderosa! Algumas pessoas usam um fundo de tela no computador. Outras imprimem uma imagem da cidade que gostariam de morar. Há aqueles que, como eu, deixam à vista objetos que o façam lembrar da família. Enfim: depois de identificar quais são os propósitos mais profundos que te levam a buscar a disciplina como auxílio na busca por resultados, garanta que não vai esquecê-los ou perde-los pelo caminho. É isso que vai te sustentar nos dias difíceis.

  • Envolvimento de parentes e/ou amigos: São pessoas que podem te ajudar muito a encarar os estudos de maneira mais disciplinada. Converse de maneira estruturada com as pessoas mais próximas, explicando sua rotina e a importância que o apoio familiar terá para seu sucesso.


Vamos em frente?

Comece… já ouviu a frase “daqui a 1 ano você vai querer ter começado hoje”?


Mas comece devagar… estabeleça metas realistas, identifique suas dificuldades e faça ajustes em seu plano. Se você fizer alterações em sua rotina de maneira gradativa será muito mais provável de obter sucesso de maneira consistente do que se tentar mudar tudo da noite para o dia.


Nas próximas oportunidades vamos trabalhar mais a fundo cada ferramenta e aspecto da Disciplina para Concursos e assim tornar tudo isso mais prático.

Pode ser difícil no começo, mas quando a Disciplina se torna um hábito, fica tudo mais fácil!


Abraços e Bons Estudos!

--

FONTE: https://www.estrategiaconcursos.com.br/blog/disciplina-para-concursos-encarando-os-estudos-como-uma-profissao/

Sistema de Ensino Planeja Concursos - CNPJ 31.442.657/0001-32

atendimento@planejaconcursos.com

© 2014 - 2020 Planeja Concursos