Auditor da Receita Federal: tudo o que você precisa saber sobre essa profissão

 

 

Você já deve ter ouvido falar no concurso para auditor da Receita Federal, um dos mais cobiçados do nosso país.

 

A disputa tão acirrada se deve, principalmente, à ótima remuneração e às oportunidades para diversas áreas de graduação. Para se ter uma noção, no último concurso realizado em 2014 foram quase 700 mil inscritos disputando 278 vagas!

 

A notícia de que um novo concurso para auditor da Receita Federal talvez seja lançado ainda neste ano tem movimentado o mundo dos concurseiros, principalmente porque a tendência é a de que o novo certame venha com um número considerável de vagas.

 

Afinal, nos últimos tempos, o órgão tem atuado com apenas 49% do limite de sua ocupação.

 

Quer saber por que tanta gente se interessa pela carreira de auditor da Receita Federal? Continue lendo o nosso post de hoje e conheça mais sobre o cargo!

 

 

O que faz um auditor da Receita Federal?

 

A Receita Federal é um órgão vinculado ao Ministério da Fazenda e tem como principal atribuição a administração dos tributos de competência da União.

 

É ela que é responsável por gerir e executar as atividades de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos, tais como os Impostos de Exportação e Importação.

 

Também trabalha no combate aos crimes de contrabando, descaminho e sonegação fiscal; além de exercer o controle alfandegário do País, dentre outras funções relacionadas com o assunto.

 

Por esse motivo, as atividades de um auditor são todas relacionadas a essas atribuições da Receita Federal.

 

Sua principal responsabilidade é justamente a fiscalização da arrecadação de tributos. Para cumprir essa função, ele monitora pessoas físicas e jurídicas, analisando se os impostos e outras contribuições devidas ao governo estão sendo efetivamente e corretamente pagas.

 

Para realizar essa fiscalização, ele é autorizado a examinar a contabilidade de empresas, formalizar a cobrança dos tributos quando verificar que eles são devidos, e até mesmo orientar e tirar dúvidas do contribuinte sobre a legislação tributária do nosso país.

 

 

Como é o dia a dia do auditor fiscal?

 

O dia a dia do auditor da Receita Federal varia bastante, dependendo do tipo de atividades executadas, que podem ser internas ou externas.

 

Nas atividades internas, a atuação é realizada dentro das instalações da Receita Federal. Nesse caso, a maioria das atividades é burocrática.

 

O servidor pode ficar à disposição para atendimento ao público; ser responsável por tirar dúvidas dos contribuintes sobre as leis tributárias; enfim, todo o tipo de atuação que seja necessário dentro das próprias repartições da Receita Federal.

 

Para os auditores que realizam atividades internas, o horário de trabalho é de 8 horas por dia, 5 dias por semana, totalizando 40 horas semanais.

 

Já nas atividades externas, como o nome indica, as diligências são feitas fora das instalações da Receita Federal.

 

As tarefas, nesse caso, irão depender da função para a qual o auditor foi nomeado. Ele pode, por exemplo, ser responsável por ir até às empresas e realizar auditorias contábeis, a fim de verificar se os impostos e outros tributos estão sendo corretamente pagos.

 

Pode também atuar na fiscalização aduaneira, analisando se estão sendo pagos os impostos dos produtos que entram e saem do Brasil e, caso não o estejam, o auditor é o responsável por apreender as mercadorias e lavrar autos de infração.

 

Como nas atividades externas não há tanto controle sobre o horário de trabalho, a maioria dos auditores trabalha por meta: ele deve produzir um mínimo de trabalho em um determinado período, de modo que a jornada é flexível.

 

 

Quais os requisitos para exercer o cargo?

 

O primeiro (e mais importante) requisito para exercer o cargo de auditor da Receita Federal é, claro, ser aprovado no concurso público.

 

Como mencionamos, o certame é bastante concorrido. No último concurso, por exemplo, a relação candidato/vaga era de 246! A prova para quem pretende seguir a carreira possui duas fases: uma com questões objetivas e outra com questões discursivas.

 

Para ser considerado aprovado, o candidato deve fazer uma pontuação mínima em cada uma das provas.

 

De acordo com especialistas, o tempo médio de preparação até a aprovação é de dois anos. Durante esse período, o candidato deve se aprofundar em Direito Tributário, Previdenciário, Contabilidade e Auditoria, que são algumas das matérias com maior peso na prova para auditor fiscal.

 

Além disso, também é preciso se dedicar ao estudo de disciplinas como Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Direito Constitucional, Direito Administrativo, entre outras.

 

Além de ser aprovado no concurso público, quem pretende ser auditor da Receita Federal também deve possuir um diploma de nível superior.

 

A parte boa é que normalmente os concursos não exigem o diploma de uma área específica.

 

Por fim, quanto às características pessoais, o auditor deve ter um ótimo senso de responsabilidade e comprometimento, pois ele é um dos principais responsáveis pela correta arrecadação tributária nacional.

 

Organização e dedicação também são características indispensáveis para o cargo.

 

 

A prova para auditor da Receita Federal é difícil?

 

O concurso para auditor da Receita Federal é bastante difícil.

 

Como o auditor tem uma enorme carga de responsabilidade, é certo que a Receita Federal se preocupa em fazer uma prova de alto nível para selecionar apenas os melhores candidatos.

 

Além disso, como hoje em dia a procura por concursos públicos é muito grande (principalmente para aqueles que oferecem uma boa remuneração), os candidatos estão muito bem preparados, o que torna a disputa ainda mais complicada.

 

Por isso, não dá para ficar esperando a publicação de um novo edital. Quem pretende investir na carreira deve iniciar os estudos o quanto antes, com base nas provas e editais anteriores.

 

Isso tudo não quer dizer que a aprovação é só para os gênios superdotados. Assim como em qualquer concurso, o segredo para aprovação é uma boa preparação.

 

Com um plano de estudos que abarque todas as matérias do edital e muita perseverança, qualquer pessoa pode ser aprovada!

 

 

Quanto ganha um auditor fiscal?

 

O salário dos auditores da Receita Federal é um dos fatores que mais atrai os concurseiros. A remuneração de um auditor fiscal em início de carreira gira em torno de R$ 15.000,00.

 

No último concurso, por exemplo, o edital previa a remuneração inicial de R$ 14.965,44. Além desse valor líquido, o auditor da Receita Federal ainda ganha outros benefícios como alimentação e vale-transporte.

 

Também é importante lembrar que esse salário pode aumentar bastante ao longo da carreira.

 

Dependendo do tempo de serviço, podem surgir gratificações adicionais e bônus por cumprimento de metas, o que eleva a remuneração, que pode até ultrapassar os 40 mil reais!

 

Autor: Léo Oliveira.

Fonte: manualdoconcurso.com.br

Please reload

Últimas
Please reload

PLANEJACONCURSOS.COM

PARCEIROS:

logo gen.jpg

REDES SOCIAIS:

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
Planeja Concursos - © 2014 - 2019 
Sistema de Ensino Planeja Concursos - CNPJ 31.442.657/0001-32