Concurso MP AP: editais são publicados para técnicos, analistas e promotores


O Ministério Público do Estado do Amapá publicou no dia 7 de abril, os editais do novo concurso MP AP para técnicos, analistas e promotores. Ao todo são ofertadas 19 vagas, além de cadastro de reserva, para níveis médio e superior. As remunerações chegam ao valor de R$30 mil.


Inscrições


As inscrições do concurso MP AP começam em abril e terminam em maio e são realizadas no site da banca Cebraspe. Confira o prazo de acordo com cada cargo:


  • Técnicos e analistas: As inscrições deverão ser realizadas entre o período de 8 de abril e 7 de maio, na página do Cebraspe. Para o cargo de técnico a taxa de inscrição é de R$ 84,00 e para analista é de R$ 107,00. O pagamento do valor deve ser efetuado até o dia 9 de junho.

  • Promotor de justiça: As inscrições deverão ser realizadas entre o período de 7 de abril e 19 de maio, na página do Cebraspe. A taxa de inscrição é de R$ 160,00 e o pagamento deve ser efetuado até o dia 21 de junho.


Poderão solicitar a isenção da taxa de inscrição os candidatos doadores de sangue, portadores de necessidades especiais e membros de famílias de baixa renda.


Vagas


O concurso público MP AP oferta ao todo 19 vagas, mais cadastro de reserva, para níveis médio e superior, das áreas de analista, técnico e promotor.


O cargo de Analista oferece 4 vagas para quatro especialidades, sendo elas: Psicologia (1), Serviço Social (2) e Tecnologia da Informação - TI (1). Para Técnico Ministerial da área de Auxiliar Administrativo são ofertadas seis oportunidades imediatas. Já para Promotor de Justiça Substituto oferece 9 vagas.


Requisitos e Remunerações


O cargo de Analista Ministerial exige nível superior completo de acordo com a especialidade do candidato. A remuneração inicial é de R$ 6.239,72, acrescidos de R$ 1.372,75 de auxílio-alimentação, para jornadas de trabalho de 6 a 8 horas diárias.


A função de Técnico Ministerial requer diploma de nível médio de escolaridade. A remuneração inicial é de R$ 4.584,25, acrescidos de R$ 1.372,75 de auxílio-alimentação, para jornada de trabalho de 30 horas semanais.


Enquanto a função de Promotor de Justiça tem como requisito bacharelado em Direito e comprovação de exercício de três anos de atividade jurídica. A remuneração inicial é de R$30.404,42.


Etapas do concurso


O concurso público irá avaliar os candidatos de acordo com cada cargo, confira as fases abaixo:


Analista e Técnicos

  • Provas objetivas;

  • Prova discursiva;

  • Exame de aptidão psicóloga;

  • Avaliação de títulos (somente para analista).


Promotor de Justiça

  • Inscrição provisória;

  • Prova preambular;

  • Prova discursiva;

  • Inscrição definitiva (sindicância de vida pregressa, investigação social, exames de sanidade física e mental, exame psicotécnico);

  • Prova oral;

  • Prova de tribuna;

  • Avaliação de títulos.


Prova objetiva


A prova objetiva ou prova preambular (promotor de justiça) será de caráter eliminatório e classificatório para todos os cargos.


A prova para técnicos e analistas será composta de 60 questões de múltipla escolha sobre disciplinas da área de Conhecimentos Gerais (30) e Conhecimentos Específicas (30).

A prova será aplicada no dia 1º de agosto.


Conhecimentos Gerais

  • Português

  • Ética na Administração Pública e Legislação

  • Legislação Estadual e Institucional

  • Noções de Direito Constitucional

  • Noções de Direito Administrativo


Já os candidatos ao cargo de Promotor de Justiça serão submetidos a uma prova preambular composta de 100 questões de múltipla escolha sobre:


  • Direito Constitucional

  • Direito Administrativo

  • Direito Penal

  • Direito Processual Penal

  • Direito Civil

  • Direito Processual Civil

  • Direito Eleitoral

  • Direito Financeiro e Tributário

  • Direitos Humanos

  • Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos e Direito Processual Coletivo

  • Estatuto da Criança e do Adolescente

  • Direito do Idoso e Direito da Pessoa com Deficiência

  • Direito do Consumidor

  • Direito Ambiental e Direito Urbanístico

  • Legislação do Ministério Público

A prova preambular está prevista para o dia 8 de agosto.

Prova discursiva


A prova discursiva será de caráter eliminatório e classificatório para todos os cargos. A avaliação para o cargo de Analista consistirá na elaboração de uma redação a respeito dos conhecimentos específicos e para Técnico ministral a respeito de todas as especialidades e de tema da atualidade. A prova deverá ter no máximo 30 linhas.


Os candidatos inscritos ao cargo de Promotor de Justiça contarão com duas duas provas discursivas:


  • (P2) Discursiva: redação de uma peça pratica, de até 90 linhas, no valor de 20,00 pontos, a respeito de temas relacionados aos objetos de avaliação.

  • (P3) Discursiva: um parecer, de até 90 linhas, no valor de 15,00 pontos, e uma questão escrita, a ser respondida em até 20 linhas, no valor de 5,00 pontos, a respeito de temas relacionados aos objetos de avaliação.

-- FONTE: https://www.qconcursos.com/noticias/concurso-mp-ap-editais-publicados-tecnicos-analista-promotores

Últimas
unnamed.png

Sistema de Ensino Planeja Concursos - CNPJ 31.442.657/0001-32

atendimento@planejaconcursos.com

Rio de Janeiro - RJ / Belo Horizonte - MG

© 2014 - 2021 Planeja Concursos